Sobre Casamento

Compartilhe: wapp

               Deparei-me, nos meus papeis, com várias fichas que organizei para um encontro de jovens curiosos e interessados no assunto “CASAMENTO”, um tema sempre atual, controvertido, criticado, como coisa má ou boa, até mesmo coisa de pouca importância ou ultrapassada, para tantos outros. Esse encontro ocorreu faz muitos anos!

               Comecei a ler pensamentos de sábios, sentenças, sérias, sábias ou nem tanto, que  provocaram perguntas, debates e suscitaram críticas de todo tipo. Foi com esta intenção que surgiram as mais desencontradas, impressionantes e descontraídas opiniões.

               Dia dos namorados chegando, já se pode admitir que, com o namoro, o noivado (quase não existe mais) o casamento virá, certamente, com a graça de Deus.

               Não falaremos sobre a sua história, pois é muito longa e o espaço é curto.

               Vamos às sentenças, pensamentos de grande significado literário e conteúdo sociológico ou social:

               O pensador informa que “O casamento é uma praça sitiada: os de fora querem entrar, os de dentro querem sair”

               “Dá-se com os casados o que se dá com as gaiolas: os pássaros que estão fora delas querem entrar, desesperadamente; as que estão dentro mostram a mesma ânsia de sair” (Monteigne – Ensaios)

               “Onde há casamento sem amor, vai haver amor sem casamento”. (Franklin)

               “Casamentos apressados raramente dão certos” (Shakespeare)

               “O bom casamento é um eterno noivado” (Teodor Korner – 1791)

               “O casamento tal como é, é uma coisa estranha, afinal de contas, ainda não se achou nada melhor” ( Amiel – 1821)

               “É ruim os cônjuges se aborrecerem mutuamente, porém é muito pior quando somente um deles aborrecer o outro” (Eschenhach – 830)

               “Um casamento feliz é uma longa conversação que sempre parece breve demais” André Maurois – 855).

               “O casamento tem muitas penas, mas o celibato não tem prazeres” – Samuel Johson – 1709)

               “Quem casar por dinheiro terá uma descendência de filhos desobedientes” (Autor desconhecido)

               “Abre os olhos antes de casar – mantém-nos fechados, depois” (Benjamim Franklin – 1706)

               “Toda mulher deveria casar-se e nenhum homem”(Disraeli – 1804)

               “Não te cases com velho por dinheiro: gasta-se o dinheiro e o velho fica” (autor desconhecido)

               “Cabe a mulher casar o quanto antes e ao homem ficar solteiro o mais que puder”(Bernardo Show – 1859)

               “No Brasil a gente casa é com a família da moça; a mulher vem de quebra” (autor desconhecido)

“             Há certos casamentos em que não se pede a mão da moça, mas o “pé de meia” (Autor desconhecido)

               Para concluir: “Há pessoas que se casam em comunhão de males” (Marisa Raja Gabaglia)

Por Anchieta Mendes