Investimentos asseguram descentralização e qualidade de serviços de saúde

Compartilhe: wapp

O Secretário de Estado da Saúde do Piauí, Florentino Alves Veras Neto, concedeu entrevista ao Portal e TV Costa Norte, oportunidade em que tratou de investimentos aos hospitais regionais. Fez referência ao esforço para instalação de Cursos de Medicina em Parnaíba, sendo que a aula inaugural de uma nova turma aconteceu no novo prédio na Universidade Federal do Piauí (UFPI), e citou o envolvimento dos estagiários no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA).

florentino foto Pablo Portugal

Foto: Pablo Portugal

Disse que seu esforço como gestor tinha objetivos importantes como a Implantação do Tratamento do Câncer e o HEDA se tornar um hospital escola, o que vem acontecendo. Informou que os investimentos têm sido, praticamente, quinzenais. Um investimento importante serão os R$ 30 milhões para reformar o HEDA que se tornará um novo hospital. Será implantado ainda um centro de imagens para fazer diagnósticos e melhorar a capacidade de resolução, sendo mais uma poio aos profissionais.

Com relação à descentralização dos serviços de Saúde, o secretário Florentino Neto, informou que os Hospitais Regionais estão sendo equipados para tratar as pessoas com mais rapidez, menos riscos de infecções, além de reformas na estrutura física. Foram realizadas em Parnaíba 167 cirurgias neurológicas e 276 cirurgias também neurológicas em Floriano. Segundo o Secretário, os investimentos deixam as pessoas menos dependentes da transferência para Teresina.

Florentino informou que sua pasta tinha a meta de realizar duas mil cirurgias, mas com o esforço dos profissionais foi ultrapassada com mais cinquenta e três cirurgias. Ressaltou que o gestor quando trabalha em sintonia com as necessidades da população não precisa fazer alarde. Informou ainda que serão feitas duas mil cirurgias pediátricas nestes dois meses que, inclusive, já começaram a ser realizadas. O secretário Florentino Neto ressaltou que Parnaíba vai dispor de uma policlínica em parceria com a Universidade Federal do Piauí e vai funcionar na Avenida Capitão, onde estava funcionando o Curso de Medicina.

Por Daniel Santos