Gestores que sairão candidatos indicam substitutos

Compartilhe: wapp

palacio-de-karnakOs secretários de governo que irão deixar os cargos para se candidatarem para disputarem as eleições este ano já começaram a entregar as indicações para a substituição de seus nomes. A lista segue o critério recomendado pelo governador Wellington Dias (PT), ou seja, técnicos que já estão trabalhando nas pastas.

Por enquanto, segundo a assessoria de imprensa, não há nenhum nome confirmado para a substituição dos gestores que devem entregar os cargos. As indicações serão avaliadas pela equipe de governo e as mudanças irão ser anunciadas, todas de uma só vez, pelo governador Wellington Dias ainda no final deste mês.

Os secretários têm até o dia 07 de abril para informar a desincompatibilização do cargo. “Estamos em uma fase de definição de quem vai se afastar e de quem assume com o olhar de não ter descontinuidade das atividades”, disse W. Dias. Além das mudanças no governo, o prazo também servirá para a definição da chapa majoritária.

Segundo o Governo, alguns gestores não irão usar todo o prazo determinado pela legislação para anunciar o afastamento. O secretário de administração, Franzé Silva, já informou, inclusive, que deixará a pasta no dia 30 de março, quando se encerra o primeiro trimestre do ano.

A solenidade de posse dos novos gestores deve acontecer, no entanto, antes do fim do prazo de desincompatibilização. A previsão é que a transição ocorra no dia 02 de abril. Serão substituídos 14 secretários e outros três gestores da administração indireta do governo.

Fonte: Jornal O Dia